Árvore do Chá Árvore do Chá

Óleo de Árvore do Chá

Óleo multiusos descoberto pelos aborígenes

O óleo de árvore do chá é um óleo que, hoje em dia, é obtido por destilação a vapor das folhas da árvore Melaleuca alternifolia. Melaleuca significa escuro ou preto e branco, assim chamado porque o tronco é preto e os galhos brancos.

É também conhecido por Árvore do Chá porque quando em 1769 o capitão James Cook chegou à Austrália, o país de origem da planta, o famoso botanista Sir Joseph Banks acompanhava-o. No regresso ele colheu algumas das fragrantes folhas da árvore de Melaleuca alternifolia e com elas criou um extrato, que apelidaram de chá. Na verdade não se assemelha ao moderno chá e o seu sabor não é agradável. Pensa-se que Cook usou o extrato para prevenir o escorbuto, causada por desnutrição, na sua tripulação durante a viagem de regresso.

O povo australiano original, os aborígines, usavam as folhas para tratar queimaduras, feridas, dores (tais como dores de cabeça) e para combater doenças infeciosas e de pele. Eles esmagavam vaporizam ou picavam as folhas de modo a fazer pomadas.

Óleo de árvore do chá, uma caixa de primeiros socorros numa garrafa

Quando as folhas foram levadas para a Europa, despertaram muita atenção. Rapidamente se percebeu que as folhas de árvore do chá realmente tinham propriedades de limpeza e desinfeção, por isso foram criadas plantações de árvore do chá para que pudessem ser colhidas mais folhas.

Em 1922, Arthur Penfold - do Museu de Tecnologia e Ciência Aplicada de Sydney - e a sua equipa publicaram um trabalho de pesquisa que confirmou o amplo espectro de atividade antibacteriana e antifúngica do óleo da árvore do chá. Penfold classificou-o como sendo 11 vezes mais forte do que o fenol, que era o desinfetante usado naquela época. Durante a II Guerra Mundial foi pensado que o mesmo deveria fazer parte do kit de primeiros socorros dos soldados australianos, por ser muito útil para desinfeção e cura de feridas.

Centenas de compostos que beneficiam a sua saúde

O óleo da árvore do chá pode ser incolor ou de amarelo pálido a verde pálido. Tem um odor forte a cânfora seguido por um odor a mentol – como uma sensação refrescante. Contém cerca de 100 componentes que trabalham sinerticamente juntos, mas o componente mais importante pensa-se ser Terpinen-4-ol. Este compõe 40% do óleo e é um dos componentes mais ativos.

O óleo de árvore do chá tem propriedades desinfectantes, anti-inflamatórias e antitumorais e estimula o sistema imunológico através da ativação das células brancas do sangue. Ele passa os tecidos de gordura e penetra profundamente na pele onde fica ativo. Pode ser usado para tratar verrugas, furúnculos e outros problemas de pele, bem como para a saúde oral, para combater a halitose, por exemplo. É importante saber que apenas deve ser usado externamente, ou como aromaterapia. O seu uso interno pode ser prejudicial e é desaconselhado.

Ingrediente muito importante na cosmética

O óleo da árvore do chá é um desinfetante muito poderoso, contudo tem um cheiro agradável e é delicado na pele. Por causa das suas propriedades especiais é atualmente usado numa grande variedade de cosméticos. Por exemplo, é um ingrediente muito importante em champôs e amaciadores de cabelo, porque está comprovado que trata a caspa e outros problemas do couro cabeludo, entre os quais couro cabeludo seco e escamoso, oleosidade. Champôs com óleo de árvore do chá atuam também naturalmente na prevenção de piolhos.

As suas propriedades antifúngicas, antissépticas, antimicrobianas e antivirais comprovadas também o tornam o ingrediente perfeito para sabonetes, géis de banho e espuma de banho. Tem propriedades tonificantes, que o fará sentir-se enérgico e revitalizado! Use-o logo de manhã para beneficiar do seu poder estimulante, ou à noite, pelas suas propriedades relaxantes. Um sabonete com óleo de árvore do chá é também benéfico para peles jovens com acne.

Combate bactérias nocivas e a poluição, sendo um poderoso imuno-estimulante, sendo muito útil, sobretudo em caso de doença, lavar as mãos com produtos com óleo de árvore do chá para evitar a propagação de bactérias e vírus. Ajuda a eliminar odores corporais e tem grandes efeitos sobre a pele. Pode ser usado para combater eczema, psoríase, fungos nas unhas, pé de atleta e uma série de outros problemas.

Referências:

http://www.kew.org/science-conservation/plants-fungi/melaleuca-alternifolia-tea-tree
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK92761/

http://www.teatree.org.au/images/news_pdf.php?id=270

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/12451368

http://www.jidonline.org/article/S0022-202X(15)30633-3/abstract?cc=y
http://www.pathology.uwa.edu.au/research/microbiology/tea-tree-oil-introduction
http://www.encyclopedia.com/medicine/encyclopedias-almanacs-transcripts-and-maps/tea-tree-oil



Inserido em: 2017.04.17 Última actualização: 2017.06.13

Comentar printer     E-mail   Facebook F

Autores > Renate Hoornstra
Cuidados da pele





https://www.escolhasaudavel.com/index.php?&article_id=184