Tofu Tofu

Tofu – Alimento milenar

Também designado como queijo de soja, basicamente o tofu é um alimento obtido a partir da coagulação do “leite de soja” num processo semelhante à coagulação do leite de vaca na obtenção do queijo. É um alimento proteico de excelente qualidade, com importantes propriedades nutricionais e funcionais. De textura suave, com sabor relativamente neutro e muito versátil na cozinha. É uma fonte proteica vegetal, com baixo teor de gorduras e isento de colesterol, fonte de vitaminas e minerais, sendo uma opção culinária muito rica e de baixo custo.

Origem

O tofu é um alimento originário da China, descoberto há mais de 2000 anos. É introduzido no Japão pelos monges budistas por volta do ano 600. Foi durante muito tempo consumido apenas pelas classes mais elevadas da sociedade japonesa, como os próprios monges e os nobres. Até hoje é um dos produtos mais consumidos no Japão. No ocidente o interesse pelo tofu tem aumentado e isso espelha a preocupação, cada vez maior, com a prática de uma alimentação saudável. Ganhou maior atenção durante os anos 60 e aumentou a sua popularidade à medida que os benefícios da soja e dos seus derivados foram sendo divulgados. São cada vez mais os ocidentais que integram o tofu como alimento habitual na sua alimentação. É muito utilizado pelos vegetarianos. Nos EUA existe já um festival anual do tofu.

Características nutricionais

O tofu é um alimento de promoção da saúde, é um produto de muito boa digestibilidade, possui baixo valor calórico, tendo cada 100g apenas 76Kcal, e bom fornecedor de proteínas (100 g – 8,5g), que fazem dele um bom aliado de qualquer alimentação saudável e muito adequado a dietas de emagrecimento. Dos minerais que o constituem, o ferro, o cobre, o selénio, o cálcio e o manganês estão no topo da lista. O ferro tem papel fundamental, juntamente com o cobre na síntese da hemoglobina. O cobre, o manganês e o selénio possuem função antioxidante, o que os torna aliados na proteção contra o cancro. O tofu é também uma boa fonte de cálcio se a sua produção incluir sulfato de cálcio, como agente coagulante. Neste interessante perfil nutricional é de suma importância a sua riqueza em fitoquímicos, especialmente em fitoestrogénios (isoflavonas), o que atribui ao tofu inúmeras propriedades protetoras da saúde, como veremos mais à frente. Para além disto este alimento tem muito baixo teor de gorduras saturadas, menos de 1g, é uma boa fonte de ácidos gordos ómega-3 e isento de colesterol.

Benefícios

Os referidos fitoquímicos atribuem ao tofu a capacidade de funcionar como protetor em diversos tipos de cancro, como o da mama, do reto e da próstata. As isoflavonas também têm efeito protetor na pré e pós menopausa, diminuindo os efeitos da ondas de calor desta fase, na redução da incidência de osteoporose, por promoverem a reabsorção de cálcio no osso e assim prevenindo a perda de densidade óssea. Embora não existam ainda dados para definir recomendações sobre a ingestão de isoflavonas, a diminuição da incidência dos três tipos de cancro referidos, está relacionada com o consumo de 25 a 50mg de isoflavonas. O tofu tem por 100g, 33,7mg de isoflavonas. O consumo de soja e seus derivados está também associado à diminuição do risco de doenças cardíacas, participando na diminuição do “mau” colesterol e triglicéridos e no aumento do “bom” colesterol, sendo este um dos fatores pelos quais a função cardiovascular é melhorada. Estes efeitos devem-se essencialmente à contribuição dos ómega-3. Nos EUA é permitida a alegação de saúde, nos produtos de soja, de que o consumo de 25g de proteína de soja tem efeitos na redução do colesterol.

O tofu apresenta-se assim como um excelente substituto da carne, contribuindo como protetor da saúde e do ambiente.

Como utilizar

Prato de Tofu salteadoO tofu é um alimento dos mais versáteis, podendo apresentar diversas finalidades na cozinha. Pode ser usado como substituto da carne ou apenas adicionado à alimentação diária como alternativa proteica saudável. Por ter sabor relativamente neutro, tem capacidade de absorver facilmente os sabores dos ingredientes com os quais é preparado. Também as suas diferentes texturas disponíveis permitem uma variedade de opções de utilização, podendo ser servido como entrada, nas saladas, como molho, como patês, como prato principal, nas sandes, nas sobremesas. O tofu também pode ser feito em casa, existem à venda kits próprios para a sua produção, em que com leite de soja e um coagulante, que pode ser nigari, ou simplesmente vinagre ou limão, conseguimos um tofu com a textura que pretendermos (mais macio ou mais firme) e a metade do preço do tofu industrial.


Referências:

- Pauletto, Fernanda Bortoluzzi. Fogaça, Aline de Oliveira. Avaliação da composição centesimal de tofu e okara. Disc. Scientia. Série: Ciências da Saúde, Santa Maria, v. 13, n. 1, p. 85-95, 2012

- Benassi, Vera de Toledo. Felberg, Ilana, Alvarenga, André Luis Bonnet., Mandarino, José Marcos Gontijo.Tofu. Brasília, DF : Embrapa Informação Tecnológica,2007. 39 p. : il. - (Coleção Agroindústria Familiar).

- BORDIGNON, J.R.; CARRÃO-PANIZZI, M.C.; MANDARINO, J.M.G.M. Mais saúde em sua vida cozinhando com tofu. Londrina : Embrapa Soja, 2000.

- http://www.rgnutri.com.br/sqv/saude/tofu.php

- N., Yakubu.,G., Oboh. AA., Olalekan. Antioxidant and Hepatoprotective Properties of Tofu (Curdle Soymilk) against Acetaminophen-Induced Liver Damage in Rats. Biotechnol Res Int. 2013;2013:230142. doi: 10.1155/2013/230142. Epub 2013 Feb 28.



Inserido em: 2013.07.02 Última actualização: 2013.07.09

Comentar printer     E-mail   Facebook F

Autores > Cláudia Maranhoto
Outros alimentos