Categoria: Outros alimentos

Artigos (37)



Batatas fritas na fritadeira de ar quente Batatas fritas na fritadeira de ar quente

Fritadeira de ar quente: Elimine o cheiro a fritos e reduza a gordura da alimentação

Fritar alimentos, um método antigo de cozinhar

Tradicionalmente fritar alimentos significa cozinhar alimentos em óleo a ferver e este método já é mencionado no Antigo Testamento da Bíblia. Também os autores medievais Geoffrey Chaucer e Miguel de Cervantes o mencionam nos seus romances.

Fritadeira de ar quente MidzuHoje em dia fritar em óleo tem uma má reputação e com razão. Uma grande porção de óleo é absorvido na fritura de alimentos e há desvantagens para a saúde em consumir muita gordura, mesmo quando o óleo é rico em gorduras poliinsaturadas. Óleos vegetais contêm uma grande quantidade de ácidos gordos ómega 6 que substituem as necessidades de ácidos gordos ómega 3. Para o nosso organismo é muito importante obter proporções equilibradas entre ómega 3 e 6. Devido ao aumento da quantidade de ómega 6 nas dietas ocidentais esta proporção não é equilibrada e prejudica a saúde, atribuindo-se o aumento das doenças degenerativas, auto-imunes e de carácter inflamatório a este desequilíbrio. Outra desvantagem é que quando óleos vegetais são aquecidos, estes libertam uma elevada concentração de aldeídos, que foram relacionados com cancro, doenças cardíacas e demência.



Ler printer     E-mail   Facebook F



Coco Coco

Óleo de coco, superalimento para o seu corpo, pele e cabelo

O óleo de coco é um óleo vegetal extraído da polpa fresca ou seca do coco – também chamado copra – de cocos maduros. Cocos, são atualmente classificados como frutas e não como frutos secos, crescem em coqueiros, cujo nome científico é Cocos nucifera. Hoje em dia podem ser encontrados em praticamente todos os climas tropicais. São árvores esguias que crescem cerca de 30 metros de altura, com folhas longas, em forma de penas. No tronco não crescem ramos e é composto de muitas hastes fibrosas sobrepostas. Os cocos crescem a partir do centro das folhas, perto do tronco.



Ler printer     E-mail   Facebook F



Clorela Clorela

Clorela – um superalimento desintoxicante

A clorela, também conhecida como Chlorella Pyrenoidosa, ou Chlorella Vulgaris, é uma alga unicelular que cresce em água doce. Sendo um organismo microscópico, foi descoberta somente no século XIX. O seu nome deriva do Grego “Chloros” = verde, e “Ella” = pequeno.



Ler printer     E-mail   Facebook F



Quadrados de Chocolate Quadrados de Chocolate

Chocolate para todos os gostos

Há cerca de mil anos começou a história do chocolate, consta que com a civilização asteca, na América Central. Os Astecas acreditava que o deus que veneravam trouxera do céu, para o povo, as sementes de cacau.

Já o navegador Cristovão Colombo, que foi o primeiro europeu a provar o cacau, deu pouca importância ao produto que é hoje uma das delícias mais apreciadas no mundo inteiro.



Ler printer     E-mail   Facebook F



Lucuma em pó Lucuma em pó

Lucuma - nutritiva alternativa ao açúcar

A lucuma é uma fruta originária da América do Sul, cultivada especialmente na região andina, por países como o Chile, Equador, Peru. De uso ancestral, era sagrada para o povo Peruano, com associação à criação do mundo, à semelhança do que representa a maçã para o cristianismo. Para além do seu significado simbólico, ao qual estão associados diversos mitos, tem também valor medicinal e um imenso valor nutricional. Em tempos pré-hispânicos era associada à fertilidade e longevidade.



Ler printer     E-mail   Facebook F



Machu Picchu Machu Picchu

Peru, cornucópia dos superalimentos

A globalização, com todas as suas virtudes e defeitos, acabou por permitir acesso nos países do norte a uma multitude de novos alimentos. Os superalimentos caem numa categoria especial, pelo seu interesse nutricional, e rapidamente conquistaram lugar de destaque, principalmente entre os consumidores que procuram seguir uma alimentação saudável e variada.



Ler printer     E-mail   Facebook F



Pedaços de manteiga de cacau. Pedaços de manteiga de cacau.

Manteiga de cacau

A manteiga de cacau é habitualmente conhecida como sendo um ingrediente usado na produção de batons, sabonetes e cremes emolientes, pois é suave para a pele. Pouca gente sabe que, para além de ser um ingrediente essencial na produção de chocolates, produtos de beleza e tratamento corporal, a manteiga de cacau é também uma gordura que pode ser usada em culinária como alternativa à manteiga ou margarina.



Ler printer     E-mail   Facebook F



Fruta de graviola. Fruta de graviola.

A Graviola

A graviola, de nome científico Annona muricata L., é também conhecida por outros nomes, dependendo da zona geográfica. Pode conhecê-la por fruta-do-conde, jaca-do-Pará, pinha, guanábana, papaia-brasileira, pawpaw, etc.. A graviola é um pequeno arbusto, que pode atingir cerca de 10m e é conhecida por possuir propriedades medicinais. Podem usar-se as suas folhas, raízes, fruta e sementes para diversos fins, desde a alimentação até à medicação.



Ler printer     E-mail   Facebook F



Sementes de damasco. Sementes de damasco.

Caroços de damasco – Magníficas sementes salva vidas

Normalmente as pessoas tendem a valorizar apenas a polpa do damasco e nada mais existente nele. Pode até perguntar: o que mais pode oferecer este fruto? Mas o mais valioso está escondido dentro do caroço, quando este é quebrado é possível encontrar uma semente de amêndoa ou caroço, como um pequeno coração. O seu sabor é geralmente amargo, se não forem de uma variadade não amarga.

Estas sementes são consideradas por muitos com um alimento salva vidas. São principalmente conhecidos pelo povo Hunza, que vive numa área de montanha do Norte do Paquistão. Estas sementes contêm uma substância natural chamada amigdalina (também laetrile) ou vitamina B17. Amigdalina parece ter poder para erradicar ou neutralizar as células cancerígenas e não representa qualquer perigo para as células saudáveis [1, 2].



Ler printer     E-mail   Facebook F



Grãos de cacau Grãos de cacau

O poder do cacau

Não é comum, consumirmos um alimento que normalmente, associamos ao prazer, e que ao mesmo tempo possui inúmeros benefícios para a saúde. Ouro sobre Azul. O cacau é esse alimento! 

Originário das zonas tropicais América Central, e cujo nome tem origem maia, tem uma história longa. Os Astecas e os Maias utilizaram-no como bebida tónica e refrescante, à qual adicionavam especiarias, mas também como moeda de troca, pelo que era elemento de muito valor. 



Ler printer     E-mail   Facebook F



Açúcar de coco Açúcar de coco

Açúcar de coco – uma boa opção?

É cada vez mais evidente que o açúcar é um ingrediente pouco saudável e associado a diversos problemas de saúde, entre eles a obesidade, diabetes, doenças cardiovasculares, colesterol e triglicéridos elevados, síndrome metabólico e até cancro. Mas este doce pecado é difícil de afastar completamente das nossas vidas, e por isso surgem diversas alternativas para adoçar os alimentos, nem sempre mais saudáveis que o próprio açúcar. Muitos dos adoçantes artificiais, têm a vantagem de não ter calorias ou muito poucas, mas são muitas vezes produtos muito processados e nefastos à saúde.

Recentemente tem ganho fama o açúcar de coco, que embora já seja usado há muito no oriente, no ocidente só recentemente está disponível e mais acessível. Este açúcar é um adoçante natural, extraído do néctar da flor do coqueiro, através de um processo natural, por evaporação. Esta é já uma grande vantagem a favor deste açúcar.



Ler printer     E-mail   Facebook F



Natal saudável - opções saudáveis Natal saudável - opções saudáveis

Natal saudável

Aproxima-se uma época natalícia em que habitualmente se cometem alguns excessos alimentares (muita carne, açúcar e gorduras). Mas o Natal não tem de ser sinónimo de muita comida ou de uma alimentação desequilibrada.

Existem muitas opções saudáveis que podem igualmente fazer as delícias de uma mesa festiva e ainda dar um toque gourmet à ementa.



Ler printer     E-mail   Facebook F



Pera passa Pera passa

Pera Passa

Uma reminiscência do que a agricultura portuguesa tem de melhor

A Pera Passa é o fruto secado da pereira de São Bartolomeu (Pyrus communis L.), uma variedade de pera de calibre pequeno. As árvores são de grande porte e produzem grande quantidade de peras, daí os nossos antepassados terem sentido a necessidade da sua secagem.

É também popularmente conhecida por “presuntinhos”, devido ao seu aspeto e cor alaranjada depois de secadas. Outra designação comum é de “Passa de Viseu” por durante muitas décadas a feira de S. Mateus dessa cidade ter sido o mais importante local de venda desta iguaria tradicional.

A pera passa é um fruto doce, nutritivo e saboroso, produzido sobretudo nos concelhos de Oliveira do Hospital, Seia, Tábua, Nelas, Gouveia, Mangualde, Santa Comba Dão e Viseu.



Ler printer     E-mail   Facebook F



Farinha de Teff Farinha de Teff

Farinha Teff – o novo superalimento

A juntar aos alimentos super poderosos surge agora a farinha teff. Não é nova, mas está a ser redescoberta, e revelou ser mais um daqueles alimentos ancestrais que viveu discretamente, mas que pelas suas extraordinárias características nutricionais, tornou-se obrigatório na lista dos alimentos super saudáveis. As pesquisas à volta deste cereal e dos seus produtos aumentam nas comunidades científicas e começa a ser produzido em outras partes do mundo, além do seu país de origem. De facto, a adesão a uma dieta consciente centrada na saúde tem aumentado e faz emergir novos produtos alimentares alternativos. A farinha teff é disso exemplo.



Ler printer     E-mail   Facebook F



Levedura de cerveja em pó Levedura de cerveja em pó

Levedura de cerveja: um complemento nutritivo no seu dia a dia

A levedura de cerveja (ou levedo, no Brasil) é produzida por um fungo unicelular chamado Saccharomyces cerevisae, que é normalmente usado para fazer cerveja, ou em suplementos nutricionais.



Ler printer     E-mail   Facebook F



Pó de lucuma Pó de lucuma

Lucuma – O Ouro dos Incas

A Lucuma (Pouteria lúcuma kuntze) é um fruto originário da América do Sul, conhecida na antiguidade como “O ouro dos Incas”. Cultivada no Peru, Bolívia e Costa Rica.
Verde no exterior e amarelo-alaranjado no interior, a sua polpa é fibrosa e doce. Deve consumir-se quando está muito madura. No entanto é tradicionalmente utilizada sob a forma de pó e dá sabor ao gelado mais popular do Peru, gelado de Lucuma, mais popular que os gelados de chocolate e baunilha.
O pó resultante da secagem e moagem da polpa resulta numa farinha doce e nutritiva que concentra quantidades abundantes de betacaroteno, ferro e niacina.

 



Ler printer     E-mail   Facebook F



Copo com Kombuchua, uma bebida probiótica Copo com Kombuchua, uma bebida probiótica

Bactérias saudáveis

Existem vários alimentos fermentados por bactérias benéficas ao nosso organismo, os chamados alimentos probióticos. A Organização Mundial de Saúde definiu probióticos como “organismos vivos que, quando administrados em quantidades adequadas, conferem benefício à saúde do hospedeiro”.
As bactérias saudáveis são organismos úteis à digestão e inibem o desenvolvimento de outros microrganismos patogénicos no intestino, prevenindo, assim, infeções (especialmente intestinais), estimulando o sistema imunológico e mantendo o equilíbrio da flora intestinal.



Ler printer     E-mail   Facebook F



Folhas no Outono Folhas no Outono

Outono – A defesa é sempre o melhor ataque

O outono traz consigo grandes mudanças, nas cores, nas temperaturas, na paisagem, no humor, na alimentação. Nem sempre é uma estação bem aceite, porque nos “rouba” o adorado sol, as temperaturas agradáveis, as férias, os dias longos. Mas é possível receber esta estação, que introduz o frio, de uma forma menos difícil, percebendo-a e adaptando-nos às suas características. Esta época é acompanhada, muitas vezes, pelas gripes, constipações, alterações de humor, depressões, cansaço físico e mental, queda de cabelo, dores ósseas, por isso, estar preparado para ela é fundamental. A natureza dá uma grande ajuda, ela coloca à disposição do homem os alimentos mais adequados a cada estação, é perfeita, estejamos atentos.



Ler printer     E-mail   Facebook F



Símbolo de produto sem glúten Símbolo de produto sem glúten

Alimentação sem glúten

A doença celíaca é uma intolerância ao glúten, a proteína que se encontra em cereais como o trigo, cevada, centeio, e em menor quantidade na aveia. É uma doença autoimune, geralmente de causa hereditária, embora existam outros fatores que contribuem para o seu aparecimento.
Calcula-se que cerca de 1% da população indo-europeia sofre da doença, embora em Portugal a percentagem ronde provavelmente os 3% de celíacos.



Ler printer     E-mail   Facebook F



Uma tábua com pão escuro Uma tábua com pão escuro

O pão não é o vilão

O pão é dos mais antigos alimentos do mundo e contribuiu para a evolução do homem primitivo. Segundo alguns pesquisadores, o pão é citado há mais de 6 milénios, e existem registos na história de que o cultivo dos cereais contribuiu para que o homem pudesse deixar a vida nómada. Inicialmente, após “descobrirem” a farinha, o pão era apenas uma papa de farinha com água, só mais tarde foi experimentada cozida nas cinzas ou nas brasas.
Hoje, o pão é o alimento básico da nossa alimentação, e culturalmente, é o alimento que não deve faltar à mesa de ninguém. No entanto, numa época em que o excesso de peso é um problema de saúde pública, o pão é muitas vezes o bode expiatório do peso a mais, e retirado da alimentação por ser considerado o vilão.



Ler printer     E-mail   Facebook F



Flores de urze Flores de urze

Urze - anticancerígena, anti-inflamatória e antioxidante

O género Erica é constituído por cerca de 600 espécies. São designadas de urze, por exemplo, a Erica lusitânica, conhecida como urze-de-Portugal ou urze-branca, a Calluna vulgaris, também conhecida por urze-roxa, torga, leiva, mongariça ou rapa e a Erica umbellata, comumente chamada de queiró ou queiroga. Em Portugal empregam-se muito estas urzes para secar os fornos de cozer pão, assim como acender o lume substituindo a carqueja.



Ler printer     E-mail   Facebook F



Taça de iogurte Taça de iogurte

O que são afinal os probióticos e o que representam para a saúde?

No mundo moderno, aumenta a esperança média de vida e com ela o crescimento dos custos com a saúde, porque a par da modernidade o número de doenças e doentes cresce também. Importa assegurar à sociedade uma longa vida, mas essencialmente qualidade de vida! É na busca deste propósito que surgem cada vez mais investigações e procura de conhecimento à volta de alimentos que tragam benefício à saúde, paralelamente à sua função de nutrir. O conceito de nutrição funcional, ou nutrição otimizada, surge desta necessidade de adaptação da nutrição ao novo estilo de vida da sociedade. Neste contexto os alimentos funcionais, e especialmente os probióticos, são conceitos a crescer a um ritmo interessante. Os profissionais de saúde reconhecem cada vez mais os efeitos dos probióticos sobre a saúde humana e os estudos intensificam-se nesta área.



Ler printer     E-mail   Facebook F



Folhas de oliveira Folhas de oliveira

Folha de oliveira, chá de múltiplas virtudes

A folha de oliveira tem mostrado algumas qualidades medicinais extraordinárias. O seu elevado conteúdo em fitoquímicos com propriedades antioxidantes estão no topo da lista.



Ler printer     E-mail   Facebook F



Flor de carqueja Flor de carqueja

Carqueja - A planta que cura todos os males

A infusão das flores da carqueja cura todas as maleitas, assim a reconhece a sabedoria popular. Conhecida como erva-carqueja, carqueja, flor-de-carqueija, querqueijeira ou carqueija, pertence à flora portuguesa, espanhola e norte-africana (Marrocos), e é muito comum em zonas montanhosas, como as Serras da Estrela e do Açor.



Ler printer     E-mail   Facebook F



Arandos vermelhos na árvore Arandos vermelhos na árvore

Arandos - poderosas bagas aromáticas

Durante a Segunda Guerra Mundial, pilotos britânicos comiam marmelada com arandos para melhorar a visão noturna. Atualmente, são cultivados anualmente cerca de 100 milhões de quilos de arandos para alimentação humana. A maior parte desta produção é feita nos Estados Unidos e Canadá, mas noutros países de clima frio o arando tem ganho terreno pelas suas excelentes propriedades nutricionais e medicinais, além da sua versatilidade na cozinha.



Ler printer     E-mail   Facebook F



Alguns exemplos de algas Alguns exemplos de algas

O poder das algas na alimentação

Iguaria bem conhecida e apreciada em alguns países da Ásia, desde há mais de 200 anos, as algas são também muito usadas na indústria alimentar, como aditivos, para melhorar as características dos alimentos. São cada vez mais usadas pela indústria farmacêutica e cosmética.
Embora as algas não sejam, ainda, um alimento muito consumido em Portugal, por não fazer parte da nossa tradição alimentar, o seu consumo tem aumentado e estas fazem parte da história da indústria portuguesa. Somos um país com uma costa de algumas centenas de quilómetros, riquíssima em diversas espécies de algas. A produção de ágar-ágar em Portugal chegou a ter expressão internacional, devido à abundância e qualidade das algas portuguesas, numa época em que a II Guerra Mundial impossibilitou a produção de ágar-ágar japonês.



Ler printer     E-mail   Facebook F



Tofu Tofu

Tofu – Alimento milenar

Também designado como queijo de soja, basicamente o tofu é um alimento obtido a partir da coagulação do “leite de soja” num processo semelhante à coagulação do leite de vaca na obtenção do queijo. É um alimento proteico de excelente qualidade, com importantes propriedades nutricionais e funcionais. De textura suave, com sabor relativamente neutro e muito versátil na cozinha. É uma fonte proteica vegetal, com baixo teor de gorduras e isento de colesterol, fonte de vitaminas e minerais, sendo uma opção culinária muito rica e de baixo custo.



Ler printer     E-mail   Facebook F



Copo com iogurte Copo com iogurte

Iogurte – um alimento benéfico à saúde

Breve história do iogurte

Embora a origem do iogurte não seja totalmente conhecida, sabe-se que o seu uso é muito antigo. No século VII existiu um livro de medicina, com registo sobre o iogurte como alimento calmante, refrescante e regulador intestinal. Também no séc. II a.C. Galeno descreveu este alimento como purificador no excesso de bílis, nos problemas de estômago e realçando a sua maior digestibilidade em relação ao leite, e Dioscórides recomendava o iogurte como medicamento para o tratamento do fígado, da tuberculose e como depurativo geral. No início do séc. XX o iogurte era apenas comercializado em farmácias, sendo considerado um medicamento. Em 1908 o russo Metchinikoff isolou as culturas usadas na produção do iogurte, o que lhe valeu o Prémio Nobel e desenvolveu a teoria da longevidade associado ao consumo do iogurte.



Ler printer     E-mail   Facebook F



Fruta desidratada Fruta desidratada

Desidratação, um dos métodos mais antigos de conservar alimentos

A primavera, verão e outono são estações de colheitas, fruta abundante e variada, muitas vezes mais do que pode ser consumido. Isso justifica o seu armazenamento para o inverno e épocas de maior escassez. A desidratação é a forma mais natural e mais simples de conservar frutos, legumes, cogumelos e ervas aromáticas. O valor nutritivo dos produtos desidratados é preservado e estes mantêm-se não apenas deliciosos, mas também muito saudáveis e saborosos.



Ler printer     E-mail   Facebook F



Azeite e pão no prato. Azeite e pão no prato.

Azeite, ouro líquido!

A sabedoria popular costuma dizer sobre quem é muito inteligente, “parece que bebe azeite”. A expressão espelha bem as suas qualidades. Esta gordura, umas das mais saudáveis que podemos encontrar, é um alimento com caraterísticas muito benéficas à saúde. O azeite é dos alimentos mais representativos da dieta mediterrânea, considerada um padrão alimentar associado à diminuição do risco cardiovascular, obesidade, síndrome metabólico, hipertensão e diabetes tipo II.



Ler printer     E-mail   Facebook F



feijões de soja demolhados feijões de soja demolhados

Feijão de Soja, alimento super nutritivo

 

O feijão de soja (glycine max) é a leguminosa mais rica em nutrientes, e aquela de que derivam mais produtos alimentares. Provém de uma planta herbácea, que pode crescer entre 50cm a 1 metro de altura, e tem aproximadamente 10.000 variedades. Na China, foi considerada uma das 5 sementes sagradas, sendo-lhe atribuída a própria sobrevivência do país, devido ao seu uso nutricional como principal fonte proteica.



Ler printer     E-mail   Facebook F



bagas inca secas bagas inca secas

Bagas Inca, alimento rico em antioxidantes

As bagas inca ou fisalis (physalis) são umas bagas redondas com 1 a 2 centímetros de diâmetro, douradas (os ingleses apelidam-nas de golden berries) e com pequenas sementes. São um fruto muito nutritivo e saboroso, tanto fresco como seco, e dotadas de um agradável sabor agridoce. 

Apresentam um invólucro semelhante a um casulo de papel de arroz que envolve toda a baga (por isso, nos Açores são também conhecidas por capucho), de cor esverdeada no princípio e que quando seco adquire uma cor dourada tal como o fruto maduro. O seu nome científico advém também do seu aspeto, uma vez que em grego, physalis significa bexiga.

Pertencem à família das Solanáceas, das quais fazem parte dezenas de espécies semelhantes, embora nem todas comestíveis, sendo a physalis peruviana uma das mais importantes e comercializadas. 



Ler printer     E-mail   Facebook F



Maca Maca

Maca, a raiz nutritiva

Reza a lenda, que durante o império Inca, o exército incluía raiz de maca na sua alimentação antes de ir para as batalhas, o que tornava os soldados extremamente viris. Além disso, os guerreiros que se destacassem em combate recebiam maca como prémio pelos seus feitos heróicos.



Ler printer     E-mail   Facebook F



taça de bagas goji taça de bagas goji

Goji, as bagas anti-envelhecimento

Madonna e Oprah Winfrey são duas das celebridades que revelaram aos fãs e ao mundo o seu interesse pelas bagas goji, que fazem parte da sua ementa diária. Desde então a popularidade deste fruto cresceu no Ocidente, sendo-lhe atribuídas propriedades como atrasar o processo de envelhecimento, devido ao alto teor de antioxidantes.



Ler printer     E-mail   Facebook F



Kefir Kefir

Kefir, probiótico natural

A origem do kefir perde-se no tempo.  Sabe-se que é proveniente do Cáucaso, onde é consumido há séculos. A palavra kefir deriva do turco keif, que significa “bom sentimento” ou “sentir-se bem”.

Os grãos de kefir eram um tesouro valioso e bem protegido pelos povos das montanhas do Cáucaso. Por isso, apenas no início do século XX o kefir começou a ser conhecido no resto do Mundo.

O Kefir é uma bebida feita a partir da fermentação de leite de soja ou de vaca (ou também cabra ou ovelha). Desenvolve-se bem a temperaturas entre 10°C e 25°C. Uma colónia de lactobacilos e leveduras, conhecida como grão de kefir (grãos brancos ou amarelados, de consistência gelatinosa), alimenta-se do leite. Devido ao seu aspeto é também popularmente conhecido por planta do iogurte, cogumelo do iogurte ou flor do iogurte.



Ler printer     E-mail   Facebook F



Graviola fruto suspenso, com algumas folhas Graviola fruto suspenso, com algumas folhas

Graviola - o fruto que combate e previne diversos problemas de saúde

A Graviola (annona muricata L.), também conhecida por guanabano, é um fruto muito comum nos países sul-americanos, nomeadamente no Peru e Brasil. Tem sido usado desde há séculos por tribos indígenas no combate e prevenção de diversas maleitas. Por exemplo, nos Andes Peruanos usam uma infusão das folhas para combater o catarro, e na Amazónia peruana para diabetes, como sedativo e anti-espasmódico.



Ler printer     E-mail   Facebook F



Sementes de cacau Sementes de cacau

Cacau - Os grãos que vieram do céu

Consta que há mil anos a civilização asteca, na América Central, acreditava que o deus que veneravam trouxera do céu, para o povo, as sementes de cacau. Já o navegador Cristovão Colombo, que foi provavelmente o primeiro europeu a provar o cacau, deu pouca importância ao produto que hoje permite preparar algumas das mais requintadas delícias do mundo.



Ler printer     E-mail   Facebook F