Levedura de cerveja em pó Levedura de cerveja em pó

Levedura de cerveja: um complemento nutritivo no seu dia a dia

A levedura de cerveja (ou levedo, no Brasil) é produzida por um fungo unicelular chamado Saccharomyces cerevisae, que é normalmente usado para fazer cerveja, ou em suplementos nutricionais.

Fonte de proteínas, vitaminas do complexo B e minerais

Rica em vitaminas do complexo B, também conhecidas como tiamina (vitamina B1), riboflavina (B2), niacina (B3), ácido pantoténico (B5), piridoxina (B6), ácido fólico (B9) e a biotina (B7 ou H), a levedura de cerveja é também uma excelente fonte de proteínas, e de minerais como o crómio, selénio, ferro, potássio, zinco e magnésio.

Não deve ser confundida com levedura (fermento) de padeiro, levedura nutricional ou levedura de torula. Esses outros tipos de leveduras têm valores baixos de crómio.

A levedura de cerveja contém microorganismos que ajudam a manter um bom funcionamento do trato digestivo. Ajuda, também, a reforçar o sistema nervoso, e fornece os nutrientes necessários para uma boa saúde da pele, cabelo, boca e fígado.

Como complemento nutricional, e em termos gerais, a levedura de cerveja aumenta os níveis de energia do corpo e reforça o sistema imunitário.

Normalmente a levedura de cerveja não fornece vitamina B12, embora haja algumas marcas que adicionam esta vitamina à sua composição, bastando ler as informações nutricionais do produto para se obter esta informação. E nem todas as formas de levedura de cerveja são aptas para celíacos, principalmente alguns flocos.

Diabetes e colesterol

Alguns estudos[1][2] sugerem que suplementos à base de crómio podem melhorar a tolerância à glucose e reduzir as quantidades necessárias de insulina, ajudando, assim, as pessoas que sofrem de diabetes a controlar os seus níveis de açúcar no sangue. Considera-se, portanto, que a levedura de cerveja pode ajudar no tratamento dos níveis altos de açúcar no sangue, para diabetes tipo 2.

Outros estudos [3] também sugerem que a levedura de cerveja pode ajudar a baixar o LDL (colesterol “mau”) e a aumentar o colesterol “bom” (HDL), devido também à presença de crómio na sua composição.

Alimento probiótico

As características probióticas da levedura de cerveja tornam-na eficaz na prevenção e tratamento da diarréia. Pode também ser usada no tratamento de diversos problemas do trato digestivo, como por exemplo, síndrome do intestino irritável, colite clostridium difficile, assim como melhora os sintomas de intolerância à lactose.

Efeitos secundários

Complementos alimentares como a levedura de cerveja podem interagir com alguma medicação. Algumas pessoas podem ser alérgicas a leveduras, ou a produtos que contenham leveduras, o que poderá despoletar sintomas de irritação estomacal, enxaquecas ou comichões, gases, ou inchaço abdominal.
Outros tipos de problemas que aumentam a sensibilidade à levedura de cerveja incluem a colite ulcerosa ou a doença de Crohn. Se tiver um sistema digestivo delicado ou for susceptível a tais problemas, será necessária alguma precaução ao tomar levedura de cerveja.

Sugestões de uso

A levedura de cerveja é normalmente vendida sob a forma de pó, em flocos, líquida ou em comprimidos.
Tem um sabor semelhante ao queijo, ligeiramente amargo, podendo ser utilizada em diversas preparações culinárias.
Em flocos ou em pó, pode usar 2 ou 3 colheres de sopa, polvilhando sobre saladas, massas (esparguete, etc), pipocas, sopas, etc. Pode também adicionar a levedura de cerveja aos seus batidos ou smoothies. Misturada com azeite, funciona também como uma saborosa e saudável alternativa para barrar o pão, tostas, etc.
Deve ser adicionada no final da cozedura, ou após a mesma, para que o calor não elimine as suas vitaminas.

 

Referências:

[1] Oregon State University - Linus Pauling Institute http://lpi.oregonstate.edu/infocenter/minerals/chromium/

[2] University of Maryland – Medical Center http://umm.edu/health/medical/altmed/supplement/chromium

[3] New York University (NYU) Langone Medical Center http://www.med.nyu.edu/content?ChunkIID=625843

Brewer’s yeast - University of Maryland Medical Center http://umm.edu/health/medical/altmed/supplement/brewers-yeast

Health Line http://www.healthline.com/health/brewers-yeast#Overview

University of Michigan http://www.uofmhealth.org/health-library/hn-2816000#hn-2816000-uses

Super-human coach http://superhumancoach.com/pros-and-cons-of-brewers-yeast/

Share Care http://www.sharecare.com/health/herbal-supplements/health-benefits-brewers-yeast



Inserido em: 2014.04.28 Última actualização: 2014.07.02

Comentar printer     E-mail   Facebook F

Autores > Sónia Cruz
Outros alimentos