taça de bagas goji taça de bagas goji

Goji, as bagas anti-envelhecimento

Madonna e Oprah Winfrey são duas das celebridades que revelaram aos fãs e ao mundo o seu interesse pelas bagas goji, que fazem parte da sua ementa diária. Desde então a popularidade deste fruto cresceu no Ocidente, sendo-lhe atribuídas propriedades como atrasar o processo de envelhecimento, devido ao alto teor de antioxidantes.

 

As bagas goji (lycium barbarum) são vermelhas e doces. Lembram uma combinação entre passas de uva e cerejas. Provenientes do Noroeste da China e do Tibete, o seu habitat natural estende-se das montanhas dos Himalaias e margens férteis do rio Amarelo, até à Mongólia.
São uma fonte de proteína completa, contendo 18 aminoácidos diferentes, entre os quais estão os 8 essenciais. Contêm até 21 minerais, entre os quais zinco (2 mg), ferro (9 mg) bagas gojiem maior quantidade do que a carne, cobre, cálcio (112 mg), selénio e fósforo (203 mg). Fornecem também vitaminas B1, B2, B6, E e uma grande concentração de vitamina C e betacaroteno.

 

 

 

Ciência ou ficção?

Conhecidas na China há muitos séculos, as bagas foram descobertas recentemente pelo Ocidente. Muitas alegações têm sido feitas sobre elas, e a ciência vai aos poucos esclarecendo ou comprovando o que diz a tradição.

Sendo um dos alimentos mais ricos em antioxidantes, as bagas ganharam reputação mundial de alimento anti-envelhecimento e afrodisíaco, protegendo também dos radicais livres. Mas a lista não se fica por aqui - inclui benefícios contra doenças cardiovasculares e inflamatórias, problemas de visão, do sistema neurológico e imunitário.

Há ainda referências de que o seu consumo ajuda a melhorar os níveis de insulina e a reduzir os níveis de colesterol. O seu consumo pode também auxiliar no processo digestivo e na perda de peso. Consumidas regularmente estimulam o sistema imunitário, sendo por isso eficazes na prevenção de gripes e constipações.

Segundo uma revisão de vários estudos, realizada em março de 2013 por cientistas do Key Laboratory for Space Bioscience and Biotechnology (China) [1], os polissacarídeos das bagas goji são responsáveis pela sua atividade como antioxidante, antitumoral, neuroprotetor, radioprotetor, antidiabetes, hepatoprotetor, antiosteoporose e antifadiga.

Como consumir

As bagas são vendidas secas e podem ser comidas simples ou adicionadas a iogurtes, mueslis, saladas de frutas ou de vegetais, batidos, massa de pão ou bolos, ou outro alimento, como qualquer outra fruta seca. Pode ainda usá-las para preparar compotas, pudins ou gelatinas vegetais. Também podem ser demolhadas e rehidratadas, para obter uma consistência próxima da original. Uma infusão de bagas goji é também um óptimo calmante.

As gojis podem ser consumidas por pessoas de todas as idades e condições físicas, incluindo grávidas e crianças. Como são muito saborosas, são facilmente apreciadas. Apesar de se poder consumir à vontade, a dose ideal é de cerca de uma mão cheia - 20g a 40g por dia.

As bagas são um alimento prático e nutritivo para o lanche ou snacks, em casa, no emprego ou na escola, e uma excelente forma de ingerir mais fruta. Para melhor conservar as suas propriedades deve guardá-las em local fresco e seco, em pacote ou frasco bem fechado.

Referências:

[1] http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/23200976



Inserido em: 2013.03.12 Última actualização: 2013.05.31

Comentar printer     E-mail   Facebook F

Autores > Redatores > Cristina Rodrigues
Outros alimentos