Pó de lucuma Pó de lucuma

Lucuma – O Ouro dos Incas

A Lucuma (Pouteria lúcuma kuntze) é um fruto originário da América do Sul, conhecida na antiguidade como “O ouro dos Incas”. Cultivada no Peru, Bolívia e Costa Rica.
Verde no exterior e amarelo-alaranjado no interior, a sua polpa é fibrosa e doce. Deve consumir-se quando está muito madura. No entanto é tradicionalmente utilizada sob a forma de pó e dá sabor ao gelado mais popular do Peru, gelado de Lucuma, mais popular que os gelados de chocolate e baunilha.
O pó resultante da secagem e moagem da polpa resulta numa farinha doce e nutritiva que concentra quantidades abundantes de betacaroteno, ferro e niacina.

 

Propriedades da Lucuma

A lucuma devido a ter um baixo índice glicémico, pode ser utilizada como substituto do açúcar, sendo apreciada como adoçante natural. Possui um sabor exótico, apreciado em gelados e pudins. É rica em betacaroteno, vitaminas B3 e E, fibras, hidratos de carbono, e minerais. Apenas 100 g de lucuma em pó fornecem 1174 KJ / 227 Kcal, 3 g de proteinas, 89.59 g de hidratos de carbono e 1.3 g de lípidos.

Utilizações da Lucuma

A popularidade da lucuma tem-se espalhado pelo mundo. Desde chefes de cozinha internacional que se interessam pelo seu sabor e cor exóticos e textura suave, até às lojas de superalimentos que a vendem como um substituto do açúcar.
A lucuma pode ser adicionada a batidos, chás, muesli, iogurtes, pudins, gelados, bolos ou sobremesas.

 



Inserido em: 2014.03.13 Última actualização: 2016.07.14

Comentar printer     E-mail   Facebook F

Outros alimentos
Autores > Ana Alpande