Quadrados de Chocolate Quadrados de Chocolate

Chocolate para todos os gostos

Há cerca de mil anos começou a história do chocolate, consta que com a civilização asteca, na América Central. Os Astecas acreditava que o deus que veneravam trouxera do céu, para o povo, as sementes de cacau.

Já o navegador Cristovão Colombo, que foi o primeiro europeu a provar o cacau, deu pouca importância ao produto que é hoje uma das delícias mais apreciadas no mundo inteiro.

O cacau fornece uma boa quantidade de energia e nutrientes. Por isso foi muito utilizado como ração de emergência pelos soldados americanos, durante a Primeira Guerra Mundial.

Rico em serotonina e feniletilamina, duas substâncias que proporcionam a sensação de bem-estar e que são naturalmente libertadas quando nos sentimos felizes e em paz, o chocolate tem efeitos anti-depressivos. Daí que seja refúgio de tantas pessoas em momentos de crise. Pode também ser um aliado do coração, devido à presença da teobromina, uma substância estimulante que age no sistema nervoso central e também no sistema muscular, permitindo o bom funcionamento do coração.Chocolate derretido

É ainda um excelente alimento para o cérebro, visto que contém teobromina e tiramina, duas substâncias que estimulam os neurónios e facilitam a concentração.

E quem se preocupa com a beleza, deve saber ainda que o chocolate contém flavonóides, com propriedades antioxidantes, que ajudam a proteger contra os radicais livres que contribuem para o envelhecimento.

O chocolate é ainda uma boa fonte de minerais, como o ferro, potássio, magnésio, zinco e crómio. Mas não deve ser consumido em excesso, uma vez que contém cafeína (100g de chocolate pode conter até 60mg de cafeína: pouco menos que uma chávena de café), gordura e, geralmente, açúcar.

Apesar das excelentes vantagens do chocolate, se consumido com moderação, até há algum tempo atrás nem todos podiam usufruir do doce sabor. A maioria dos chocolates no mercado contém leite ou derivados e açúcar refinado, que intolerantes à lactose e diabéticos, respetivamente, devem evitar. Muitos contêm também glúten ou frutos secos, a que muitas pessoas são intolerantes. Também os veganos, vegetarianos que não consomem nada de origem animal, não tinham muitas opções para saborear, devido à presença do leite de vaca.

Atualmente, já existem no mercado algumas marcas que, além de oferecerem chocolate de excelente qualidade, têm inúmeras opções para intolerantes à lactose, diabéticos, celíacos, alérgicos a frutos secos, veganos e até para cães gulosos. Em vez do açúcar refinado ou adoçantes sintéticos como o aspartame (associado a alguns problemas de saúde), usam por exemplo xilitol, um adoçante natural baixo em calorias, proveniente de faias e bétulas desenvolvidas em florestas sustentáveis.

Em vez do cacau que contém teobromina, uma substância tóxica para cães, usa-se alfarroba, que é também uma eRaspas de Chocolatexcelente alternativa para humanos, uma vez que não contém cafeína e tem menos calorias. A alfarroba é uma planta da família das leguminosas, cujas sementes são utilizadas para preparar um pó que substitui o cacau em muitas receitas. Tem um sabor delicioso, adocicado, de chocolate amargo, por isso, pode substituir total ou parcialmente o cacau na composição de chocolates ou outras receitas culinárias.

Muitas destas variedades de chocolates podem ainda ser consumidas com menos problemas de consciência, uma vez que não utilizam ingredientes de origem animal na sua confeção e os produtores começam a ter preocupações éticas e ecológicas, selecionando por isso ingredientes e processos de fabrico sustentáveis e de baixo impacto ambiental.

Fruto do tempo e dos modernos processos de fabrico, existem no mercado cada vez mais opções. Pode deliciar-se com chocolate em barras de vários tamanhos ou em creme para barrar no pão. Existem ainda inúmeras combinações e sabores para todas as bocas e carteiras, desde os mais simples e económicos aos mais caros e exóticos, ou mesmo requintados. E para os verdadeiros amantes do cacau puro, é já relativamente fácil encontrar grãos ou pepitas de cacau à venda. E nas suas preparações culinárias de bolos, mousses e pudins usufrua também destas alternativas mais saudáveis e deliciosas.

Para opções ainda mais éticas e ecológicas prefira versões biológicas e de comércio justo destes chocolates, já bastante difundidas em Portugal e no mundo.

E porque não é só na cozinha que o chocolate é benéfico, também já pode usufruir de massagens de chocolate, lavar o cabelo com o aroma doce do chocolate ou tomar banho com gel de duche ou sabonete de chocolate, elevando os seus sentidos numa deliciosa experiência sensorial... Delicie-se!



Inserido em: 2016.01.13 Última actualização: 2016.01.18

Comentar printer     E-mail   Facebook F

Outros alimentos
Autores > Redatores > Cristina Rodrigues