Cara de jovem Cara de jovem

Higiene e Beleza na Adolescência

A adolescência é uma fase de transformações: a começar pelo próprio corpo que muda. O desequilíbrio de produção hormonal provoca mudanças profundas na pele do rosto e corpo e no cabelo. Normalmente a pele torna-se mais oleosa, sua-se mais, o odor corporal altera-se, aparecem borbulhas ou acne provocados pela produção excessiva de gordura através das glândulas sebáceas.
Como nestas idades a aparência e a auto-estima são ainda mais relevantes, torna-se importantíssimo não desvalorizar as alterações físicas e ajudar os jovens a melhorarem os seus hábitos de higiene e cosmética, para que se sintam bem com o seu corpo.

Alimentação

É importante que os jovens mantenham hábitos saudáveis, pois uma má alimentação, poucas horas de sono, o fumo do tabaco e a poluição também estragam a pele. Por isso, devem fazer uma alimentação equilibrada, dando preferência a frutas e vegetais frescos, alimentos ricos em vitaminas A, C e E e ácidos gordos ómega 3 e 6 (presentes por exemplo nas sementes de chia, tukmaria, sésamo e linhaça), que são excelentes nutrientes para a pele.

Cuidados da pele

A pele do rosto é a mais exposta, e como tal deve ser aquela a receber maiores cuidados de hidratação e limpeza. Por isso, para manter a derme tonificada e hidratada devem escolher-se produtos adequados e beber muitos líquidos.
A limpeza diária da pele é essencial para remover impurezas, renovar as células e melhorar a oxigenação da derme. Depois de limpa é importante hidratar, o que evita problemas de pele. Para remover as células mortas, é também aconselhável exfoliar a pele duas a três vezes por semana. Todos estes cuidados contribuem para manter a pele saudável e luminosa.
Muitos problemas de pele devem-se a uma reação imunitária da pele a um ou mais químicos contidos nos produtos de higiene e cosmética. Por isso, a escolha de produtos de higiene e cosmética naturais é a melhor opção.

Higiene íntima

Normalmente é também na adolescência que aparece a primeira menstruação das raparigas, sendo importante escolha adequada de pensos e tampões. Os tampões e os pensos sintéticos colocados em contacto com o corpo contêm ainda dioxinas. A parede vaginal, sendo bastante absorvente, acaba também por absorver os produtos químicos contidos sobretudo nos tampões (uma vez que estes estão em contacto mais direto com a parede vaginal). O acumular de toxinas está diretamente ligado ao aumento do risco de cancros do cólon e do útero, a infeções vaginais, ao enfraquecimento do sistema imunitário, entre outros problemas de saúde. Também o síndroma do choque tóxico (SCT), uma doença que pode ser fatal, deve-se à utilização de produtos sintéticos destinados a tornar os tampões mais absorventes.
O uso de tampões de algodão biológico reduz quase por completo o risco de SCT, comparativamente com os tampões que contêm raiom. A escolha de pensos higiénicos e tampões ecológicos e de algodão biológico são a melhor opção para as adolescentes se sentirem confortáveis e evitar alergias e irritação da pele. Esses produtos são biodegradáveis e não usam perfumes nem agentes branqueadores. Utilizam ingredientes amigos do ambiente, tais como algodão biológico sem OGM e pura celulose.

 

Algumas dicas para manter uma bela aparência:



Inserido em: 2014.01.20 Última actualização: 2014.01.20

Comentar printer     E-mail   Facebook F

Cuidados da pele
Autores > Redatores > Cristina Rodrigues