Candeeiro de Sal Midzu Candeeiro de Sal Midzu

Candeeiros de sal dos Himalaias – peças únicas esculpidas à mão

Invulgares e atrativos, os candeeiros de sal são peças de decoração únicas esculpidas à mão em rocha de sal retiradas das profundezas das montanhas dos Himalaias.

Himalaias – “o cume do mundo”.

Os Himalaias são uma cordilheira onde se encontram as mais altas montanhas do mundo, e abrange seis países: Índia, China (incluindo o Tibete), Butão, Nepal, Afeganistão e Paquistão. É nos Himalaias que se situa a montanha mais alta do planeta, o monte Evereste que se ergue a 8848m de altura, e que tem atraído aventureiros, apaixonados por natureza e alpinistas do mundo inteiro.
O nome Himalaias vem do sâncrito e significa “Montanha de Neve”. É do coração de um dos locais mais enigmáticos do nosso planeta que enormes rochas de sal são retiradas e esculpidas à mão por artesões hábeis e experientes.

Origem da rocha de Sal dos Himalaias - Uma história que se perde no tempo

Há cerca de 250 milhões de anos, o movimento da crosta terrestre transformou uma vasta parte do oceano no território imponente que conhecemos atualmente como os Himalaias. O sal marinho foi então enterrado a 600 metros de profundidade. Após centenas de milhões de anos, a extrusão as altas temperaturas, assim como o contacto com as ricas reservas minerais, deram origem ao cristal de sal dos Himalaias. Puro e livre da contaminação a que os oceanos estão sujeitos, o sal do Himalaias é composto por 84 substâncias minerais, e muitos outros compostos iónicos.

A arte do fabrico artesanal

Após a extração, as rochas de sal são pacientemente trabalhadas por artesões que as esculpem de forma a transformá-las em candeeiros. Por isso cada candeiro é único e diferente. Impurezas e imperfeições, assim como diferenças na cor e opacidade conferem a cada candeeiro a sua autenticidade.

Onde usar o candeeiro de Sal

Depois de acesa, a luz projetada sob o candeeiro confere-lhe um tom avermelhado que não fere a vista, podendo ser usado como luz de presença. Os candeeiros de sal podem ser colocados nos quartos, em salas, escritórios, ou qualquer outro espaço onde se queira beneficiar de um ambiente acolhedor e de uma luz bela e suave, devendo ter-se o cuidado de evitar os locais húmidos.
Os bons candeeiros têm regulador da intensidade luminosa, de forma a melhor poder criar o ambiente ideal.

Limpeza e Manutenção

O candeeiro de sal é solúvel em água. Se estiver molhado ou húmido poderá começar a derreter. O ideal é manter o candeeiro ligado, para que este possa absorver a humidade e manter a estrutura do cristal de sal. Se a superfície do candeeiro estiver um pouco húmida, basta limpá-la com um pano seco e poderá utilizar o candeeiro normalmente. Se o candeeiro não for ligado com frequência poderá começar a derreter. A água que escorrer do candeeiro poderá corroer a sua base ou a superfície sobre a qual estiver colocado, é de lembrar que o sal é corrosivo por natureza. A melhor forma de evitar este incómodo é certificar-se que o candeeiro é ligado com frequência, de forma a beneficiar da sua beleza e da atmosfera acolhedora que naturalmente é criada pela sua luz.



Inserido em: 2014-04-16 Última actualização: 2014-04-17

Comentar printer     E-mail   Facebook F

Alternativas Ecológicas
Autores > Ana Alpande